A meta para o ano de 2015 foi estabelecida pela Corregedoria-Geral e aprovada pelo Conselho Superior de Administração, em 25.9.2015. Este mecanismo inovador na Corte converge com o princípio da duração razoável do processo (art. 5º, LXXVIII, da CF) e com o Objetivo Estratégico n. 3.

Meta 1 – Julgar, até 30.6.2016, todas prestações de contas municipais autuadas até o final do exercício de 2013